Algo extravagante, irreverente, diferente, sentimental, frio, revoltante, sexy, real, simples e composto. O abstracto está em todos nós, mas só alguns o conseguem tornar concreto.

16
Dez 08

 

 

 

 

 Já alguma vez tiveram a sensação que nada do que fazem é realmente o mais correcto? Ou pior ainda, não saberem se o que estão a fazer é realmente o mais correcto? Viverem na incerteza? Já alguma vez sentiram que o mundo vos está a fugir? Já alguma vez criaram inumeros planos que depois não conseguiram cumprir?

Já alguma vez tiveram a necessidade de se revoltar contra algo onde sabem que não há razão possivel para essa revolta?

Já alguma vez sentiram que têm capacidades para muito mais mas só conseguem atingir os limites minimos?

E isso não vos revolta? Isso não vos faz sentir miseraveis? Isso não vos faz sentir fracos e impotentes? Isso não vos faz sentir incapacitados de determinarem o vosso proprio destino?  Não vos faz ficar cobertos de raiva por não atingirem os vossos objectivos?

 

Uhhh, nada mais revoltante.

publicado por Isabel Sanchez às 20:05
sinto-me: Irritada.
música: Pussicat Dolls - I hate this part

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
30


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO